segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Histórias...

Enquanto ela segurava as lágrimas pensou "se você soubesse o quanto gosto de você, não faria isso comigo."
Mas ele não se importava mais...Para ele...Aquilo tudo, aquela conversa já não fazia sentido, na cabeça dele já estava resolvido, ele ia deixá-la.
Ela pensava em tudo que eles já tinham vivido, principalmente nos bons momentos, lembrava de todas as promessas, que ela tinha feito com sinceridade, mas que parecia que pra ele nunca haviam existido.
Ela não entendia...Mas não havia mais nada pra entender.
"Ás vezes os sentimentos mudam...As pessoas mudam..."
Pensava ela pra tentar amenizar a dor.
Mas ele...Parecia feliz.
Talvez pra ele...Nem doesse...Ele já tinha dado sua resposta final.E assim...Virou as costas e a deixou sem nem olhar pra trás.
Ela ficou por um tempo ali sentada enquanto as lágrimas escorriam pelo rosto...Na cabeça e no coração dela nada fazia sentido.
E ela sabia, ia demorar para ficar bem.
Mas então, ela se lembrou dos últimos tempos...Tempos em que ele realmente havia mudado.
Tempos em que ele não demonstrava mais amor, nem carinho...Tempos...Em que ela só queria um pouco mais de atenção, de cuidado...E que ele, sempre irritado, ocupado, cansado já não podia dar mais.
Ela só esperava que ele a amasse e que demonstrasse isso.
Ela entendeu..."Ele não gostava mais de mim."
Mas assim...Um triunfo!
Ela se levantou e recomeçou a caminhar...percebeu que não valia mais a pena sofrer por quem não valorizou os seus sentimentos, por quem não lhe oferecia mais amor.
Foi ser feliz...Longe daquele lugar...
E ele...Ele?
Nunca mais ouviu falar.

Ana Paula...(:

10 comentários:

Augusto "Tampinha" disse...

gostei do seu texto... só acho que com o tempo você há de melhorar alguns detalhes da escrita... natural...

gostei do que lí.... só achei o final meio corrido demais... assim mesmo eu gostei.

UM DIA SEREI EU MESMA disse...

Não conheço casal onde os dois tenham a mesma intensidade de sentimentos. Quem ama mais, claro, sofre mais na separação. Gracias pela força no período sem computer.
E não desanime, pois nem todos escrevem aquilo que gostaríamos de ler.

As verdades esquecidas disse...

óó como não ficar bem com o teu comentario? teu gesto de carinho...
e essas palavras aqui? bons textos me fazem bem, me arrancam risos.
muito bom esse aqui! ainda bem que dele nao se ouvir mais falar. ele realmente nao merecia, ele, e muitos outros. bom dia moça! (:

Letícia S! disse...

AH, como eu queria levantar e recomeçar a caminhar :~
Com o tempo tudo passa, eu sei que vou conseguir ;)
beijo :*

As verdades esquecidas disse...

será ana? será? se sou, eu ainda preciso descobrir onde. hehe
siiim, nao merecem mesmo! (:

Juliana disse...

E ele nunca mais ouviu falar.
E ela nunca mais quis que ele ouvisse.

(subentendido)

Tata disse...

O mundo está cheio do efêmero.
Prefiro o oposto de.

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

Haline disse...

E as lágrimas vieram porque a mente não soube aceitar os fatos no decorrer dos acontecimentos. Foi precisou uma palavra final, um momento final, mas na verdade já havia acabado!

maa.rcela disse...

o bom é que 'ela' seguiu em frente rápido.. gostei disso :)