quarta-feira, 10 de março de 2010

Talvez seus pedidos de desculpa até me alcançem e suas explicações me façam esquecer de tudo.
Talvez...
Mas talvez, você realmente tenha me magoado. Mais do que imagina.
E talvez, suas palavras não se encaixem no contexto dessa vez.
Talvez...Você não saiba exatamente o que dizer para consertar tudo o que aconteceu.
E talvez...Eu já tenha me cansado o bastante, até pra chorar, até pra reclamar.
Talvez, boba que sou, eu até te perdoe e queira te dar um abraço cheio de saudade no final.
Mas talvez, dentro de mim, uma voz esteja ecoando baixo mais firme há algum tempo: Tome cuidado. Ele não está merecendo você.

3 comentários:

Priscila Rôde disse...

A certeza que se esconde no talvez!

Paulo Vitor Cruz disse...

gracias pelo comentário no meu blog... fico feliz q tenha gostado...

*hum, visual bem diferente por aqui...

bai.

Giovanna. disse...

e talvez seja a hora de seguir em frente, o novo muitas vezes nos renova :)