terça-feira, 11 de maio de 2010

dúvidas.

Não faz sentido pra mim. Faz algum sentido pra você?
Olhando de perto, eu sinto que essas coisas não deveriam estar assim, olhando de longe...Não consigo enxergar direito e sinto como se minha visão estivesse embaçada.
A chuva na rua agora cai e a gente aqui, tentando entender como tudo isso vai acabar. Talvez se eu sair por aquela porta, e te disser adeus, eu me sinta bem e aliviada. Mas terá sido a coisa certa a fazer? Eu sentirei sua falta. Mas talvez eu me sinta melhor depois de alguns dias.
Sinto como se minha vida agora se resumisse a apenas um passeio no parque. E pra ser sincera, eu acho que preferia você do meu lado. Sem nada a dizer, apenas me fazendo companhia. E não precisa nem segurar a minha mão enquanto a gente caminha também não. Só sua presença já será o bastante. Mas não diga nada por favor...
Toda vez que estamos em silêncio e você diz alguma coisa, você estraga o momento. Porque você sempre fala demais. Eu também falo demais, e o problema maior é quando eu me calo. Fico muda, e pode ter certeza que quando eu fico muda é porque as palavras subiram para a minha cabeça e não param de ecoar lá dentro. Esse é o meu problema. E são tantas palavras, tantas perguntas, tantas questões, que nem eu sei mais como resolver, daí eu me calo.
Ás vezes eu sinto que se você quisesse poderia resolver todos os meus problemas. É só sorrir pra mim que eu fico bem. Mas não seria adequado te contar do poder que você exerce sobre mim. Daí, ás vezes eu finjo que você nem existe. Pra falar a verdade, quem é você? Onde foi que a gente se conheceu, eu já não consigo me lembrar. Ás vezes penso que seria melhor sem você aqui. Não é certo eu ter tantas dúvidas sobre alguém assim. E são tantas dúvidas...
Nesse momento é que eu me canso disso tudo, e já não quero mais pensar. Abro a porta, fecho a porta e nem te digo adeus. Saio andando pela rua e depois correndo, fugindo de você...
Como se resolvesse... Você não sai do meu pensamento.


E as dúvidas continuam...

15 comentários:

Letízia P. disse...

Dúvidas são realmente pertubadoras quando afloram em nossa cabeça.
Gostei bastante do texto.
Beijos

Taw disse...

hum... quem realmente pode conhecer o outro?

o ser humano é o ser menos constante que já conheci.

xD

:P

H. Steiner' disse...

dúvidas são dificeis.. mas o bom é que nos fazem pensar mais nas coisas :)

silvioafonso disse...

.


Falar pouco, mas dizer o
imprescindível.
Talvez os olhos dissessem tudo,
porém o sorriso, este cafajeste
mentiroso
, dissesse muito mais.

silvioafonso







.

Alguém... disse...

São as duvidas que muitas vezes nos impedem de ser felizes...*

O Profeta disse...

Hoje ofereci as cores da minha paleta
A uma amiga na sua dor
Ouvi seu choro ao meu ouvido
No fatalismo do desamor

Hoje o sono acordou-me
A nostalgia agitou suas asas cinzentas
Esqueci no acordar o ultimo abraço
E contei as nuvens que eram tantas


Doce beijo

H. Steiner' disse...

concordo com você. :)

Paulo Vitor Cruz disse...

Hum, por coincidência postei ontem um texto q tbm tinha a dúvida como tema... (apesar de um contexto diferente...)

qto a dúvida, penso que as dúvidas continuam e continuarão.. faz parte da nossa condição humana a incerteza...

abraço grande.

André Santos. disse...

simplesmente não conhecemos o outro. não dá.
nem tente...
nem fuja...
lute. hummm.

Bill Falcão disse...

Em certos momentos, nossa vida parece apenas um passeio no parque.
Bjoo!

Gabriela Castro disse...

Como eu costumo dizer, somos responsáveis pela nossa própria felicidade, mas existe aquela pessoa que parece ser a única que pode dar um jeito em certas coisas dentro da gente, não é?!
beijos

Agatha disse...

As dúvidas são nossas proteções naturais. E na boa as vezes eu queria que houvesse um botão de 'desligar' na minha mente, pensar de mais as vezes doi. :s
beijos

H. Steiner' disse...

:)

Anônimo disse...

Qualquer relacionamento humano é difícil ana.Por isso q até o nosso relacionamento com Deus é difícil pq tem o homem no meio.quando tem mais de um ser humano então é pior ainda.mas as vezes a gnt fica tão preso as dificuldades e aos problemas q esquece de enchergar as coias boas dos relacionamentos.um exemplo, num namoro, geralmente o início é td perfeito e qnd vai passando vai aparecendo as diferenças e os problemas né? e aí como algm pod aconselhar q o tempo é o melhor remédio se foi o próprio tempo q mostrou isso?mas aí eu rebato tentando tentando mostrar q dpois d um tempo de relacionamento a gnt fik tao focado nos problemas q eskece até o pq d ter começado ele.vale a pena lembrar do q foi bom, pq provavelmente ele ainda está lá.e se realmente n tiver certo aí sim dar fim.o pior é andar só na praça, solidão sempre tá acompanhada de perigos e tristezas.Vale a pena continuar msm qnd parece q n vale. isso pod ser apenas uma fase ruim, msm qnd parece q n tem jeito!Esse é meu conselho pra vc se eu entendi msm oq vc kis dizer, se oq eu falei n tem nd a ver m desculpe! ehehe

Tαîs Marques . disse...

Textoo favoritoo *_* .Duvidas elas acabam com agente , acreditar ou desagreditar ?