domingo, 4 de julho de 2010

brincar de viver...

Sábado a noite, para ser mais exata já é madrugada, e agora eu ouço uma canção que eu não sei o nome, mas sei que é bonita. Por muito tempo nesses últimos dias eu me senti meio assim, fora do eixo, e tinha vontade de escrever aqui no blog, mas não sabia como, nem o quê. Mas eu sabia que uma hora eu iria ter que sentar aqui, de frente pro computador e tentar escrever alguma coisa. Quanto aos últimos acontecimentos? Eu não sei ao certo o que dizer.
Só sei que as coisas tem melhorado. Os dias difícies já passaram e agora só nos resta conviver com as consequências deles. Eu espero de verdade, que as coisas melhorem. Sabe aquela sensação de que tudo tem dado errado? Eu me senti assim hoje de manhã. Daí quando tudo o que eu pude fazer foi chorar, eu resolvi ir tomar um banho pra esquecer e pensei que a única coisa que eu podia fazer apesar de tudo era levantar a cabeça e seguir em frente.
Mas tem problemas, que a gente não sabe enfrentar né? Tem coisas que por mais que você saiba que tem que superar, você pensa: Como enfrentar isso?
Você percebe que pra algumas coisas, você parece não ter força. Mas acho que a gente é sempre mais forte do que se imagina. Problemas sempre vão existir, eu sei disso. E que venham os problemas então, tentaremos enfrentar de cabeça erguida. Porque dentro de nossos corações, se a gente realmente buscar, encontraremos uma voz que vai dizer: Aguente firme, eu estou aqui, cuidando de vocês.
Eu sei que Deus existe sabe, eu sei que não tão longe, no céu ou em qualquer lugar, Ele olha pra mim e sabe que eu não sou uma pessoa perfeita, mas me ama mesmo assim, e sei que por mais que eu erre muito, Ele continua me amando da mesma maneira, e isso nunca vai mudar. Sei que quando o mundo parecer desmoronar, é Nele que eu posso confiar, que Ele vai segurar todo o peso do mundo por mim. E tem sido assim, há tanto tempo...Que eu não poderia deixar de reconhecer que Ele sempre está comigo.
Durante esses dias enfrentei coisas que nunca imaginei enfrentar, você nunca acha que certas coisas vão acontecer com você, ou com alguém da sua família. Mas de repente, em um piscar de olhos, tudo muda, o mundo vira do avesso e todas as suas maiores certezas se perdem em uma onda gigante de sentimentos, de dúvidas, de medo. Você pensa: Meu DEUS e agora? Como enfrentar isso?
E a única coisa que você quer fazer é desabar no chão. A única coisa que você quer é que algum buraco se abra pra você se esconder. Chorar não resolve, você só fica mais triste assim. A única saída que você encontra é ser forte, é orar, é pedir pra DEUS de algum jeito consolar o coração das pessoas que mais importam pra você. Naquela hora eu sabia, eu podia, eu precisava chorar, mas não iria resolver. Não iria adiantar. Mas depois de um tempo, a realidade do que estava acontecendo foi entrando em nossas cabeças, foi caindo a ficha, e foi ficando mais fácil aceitar também.
E passou, todo susto de alguma forma passou. Todo medo de alguma forma foi embora. E agora, a gente já trata o problema como se fosse normal. Como se não existisse. É bem mais fácil assim. Aprendemos em poucos dias, a conviver com algo que nunca pensaríamos passar, mas a vida é mesmo imprevísivel e mesmo nos momentos mais tristes, reserva surpresas boas.
Foi bom ter viajado, ter estado com a família um tempo, todo mundo se uniu, aqueles laços fracos se fortaleceram, laços familiares que não tinham importância alguma, se firmaram em meio a dor.
E agora? Agora é hora de recomeçar.
Vai ser difícil, e ninguém disse que seria fácil. Mas é um recomeço, fica fácil a cada passo que damos. Depois do susto, cada dia é como se fosse o último. Cada dia é mais uma batalha, mais uma vitória.
"A arte de sorrir...cada vez que o mundo diz não.
Você vai ver...A emoção começa agora."
Foi ele quem cantou pra mim. Foram suas últimas palavras antes de eu ter que dizer adeus: Agora é brincar de viver...


Eu te amo pai.
Não importa o que aconteça, eu sempre vou te amar.

2 comentários:

Giovanna disse...

Apesar de todas situações que vivenciamos, o sentimento não precisa mudar, o amor é maior.

Luísa. disse...

Boa sorte nesse recomeço. Estamos aí. ^^