domingo, 5 de setembro de 2010

histórias

No banco da praça, ela sentou e escreveu.
Uma história sobre sonhar e acreditar.
Uma história sobre o amor verdadeiro.
Uma história sobre ouvir e seguir o coração.
Querendo ou não, ela acreditava, não tinha jeito, ela acreditava.
E não queria escrever sobre coisas reais. Queria escrever uma história com final feliz.
Nas histórias, a gente pode tudo, e damos o final que a gente quiser.
Podemos sonhar sem medo, e fazer dos nossos sonhos...Realidade.
Nas histórias, somos os personagens que não podemos ser na vida real.
Colocamos nas histórias, essas com finais felizes, o que queríamos pra nossas vidas também.
Entregamos a essas histórias, o nosso sonho secreto, de encontrar o amor que nos faça querer superar todas as dificuldades, e sonhamos com o amor de quem queira suportas todas as dificuldades por nós também.
Era isso o que ela queria, era isso o que mais desejava.
Porque ela acreditava no amor.
Mesmo depois de tudo que já havia passado.
A verdade é que ela escrevia histórias de pessoas felizes com finais felizes, porque era isso o que queria para a sua vida também.
Já estava cansada da velha história da garota que se apaixona e tem o coração partido no final.
Não queria mais a mesma história, mesmo que apenas na vida real.
Mas ela acreditava. E porque acreditava, seguia em frente.
Um dia ela sabia, iria aparecer.
O amor verdadeiro havia de encontrá-la em algum lugar.
E lhe daria o final feliz, que ela tanto esperava.

8 comentários:

Eline Nascimento disse...

Lindo texto, parabéns!

Fernand's disse...

É inevitável: o amor entra em contato. Não adianta procurar. Ele sempre nos encontra!

Bjs meus, linda

Varda disse...

Exatamente por isso que prefiro ficar horas vivendo a vida dos meus personagens preferidos.

Ju Silveira disse...

aah eu amo sonhar, hihi

Musikar - Ouvir Musicas Gospel disse...

Olá tudo bem!
Meu nome é Paulo Freitas sou responsavél pelo portal de música gospel (www.musikar.com.br) estou lhe convidando a fazer parte da nossa lista de parceiros e ajudar a divulgar o portal MUSIKAR, adicione nosso banner (pegue na nossa pagina inicial) e nos avise em seguida que adicionamos um link apontando para seu site em nossa lista de blogs parceiros.
Parceria que ajudará ambas as partes!

Desde Já agradeço pelo sua atençâo.

Camila Mancio. disse...

nossa que texto lindo.

Inercya disse...

Nossa, que lindo! É verdade, quando a gente escreve, damos o rumo que a gente quer para a história, nos colocamos dentro dela como se fosse nós mesmos e criamos um final quase perfeito. É como sonhar.
:*

H. Steiner' disse...

Sempre que gosto muito de um texto, gosto de fazer um comentário que lhe faça juz.
Mas eu realmente não consigo pensar em um que seja justo com o seu.
Só posso dizer que está extremamente bom.